Revisar itens de segurança no início do ano pode prevenir acidentes de trabalho


18 de janeiro de 2021

A equipe só se sente bem para realizar um trabalho e produzir o máximo possível se ela se sentir segura. Para isso, o gestor precisa não apenas investir em equipamentos de proteção individual e coletivo, mas também garantir que eles estejam em dia e em condições de uso.

Afinal, de nada adianta você deixar o solo todo com tapete isolante elétrico, por exemplo, sendo que esse está cheio de falhas e imperfeições. Quando isso acontece, a equipe não está protegida.

Por isso, é importante aproveitar o final de ano, quando a produção tende a ser melhor, para corrigir falhas e verificar os EPCs e EPIs. Veja dicas!

Cuidados com os EPCs

O equipamento de proteção coletiva, EPC, é aquele que serve para proteger várias pessoas da equipe. Ao vistoriá-lo e garantir que esteja em condições de uso, você colabora para que a equipe trabalhe sem maiores riscos. Dentre os EPCs que merecem a vistoria estão:

  • Tapete isolante: pode ter diversas funções como isolante térmico, acústico ou elétrico. Precisam estar dentro do prazo de validade e sem rachaduras ou imperfeições;
  • Cone de sinalização: como o nome sugere, usado para advertir e instruir a equipe, além de orientar o fluxo de pessoas. Verifique se estão em bom estado, em locais certos e se nenhum está faltando;
  • Fita de sinalização: servem para isolar uma área qualquer como, por exemplo, as que estão em reforma. Verifique se estão posicionadas adequadamente;
  • Grade metálica dobrável: visa impedir a passagem de pessoas, para minimizar o risco de danos. Funciona como um alerta de perigo e, por isso, deve estar em perfeitas condições;
  • Banqueta isolante: tem a função de deixar o trabalho em local com alta carga de eletricidade ainda mais seguro. Entretanto, para que as intervenções em painéis, subestações, entre outros sejam feitas com baixo risco, é preciso estar em perfeitas condições. Faça uma revisão e ,se preciso, troque;
  • Manta isolante: deve estar intacta para que possa isolar o equipamento energizado enquanto a atividade é executada;
  • Extintor de incêndio: deve estar válido, cheio e funcional, para que possa ser usado em acidentes com fogo.

Resumidamente, é preciso fazer uma vistoria em todos os EPCs e ver se os EPIs da equipe não precisam ser trocados. Lembre-se de que além da data de validade, é necessário levar em consideração o tempo no qual cada item pode ser usado. Obedeça as informações do fabricante.

Na Elasta temos os melhores equipamentos de proteção coletiva para a sua empresa. Confira!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *