Como atividades esportivas estão aos poucos voltando a acontecer no Brasil e ao redor do mundo em tempos de pandemia


As atividades esportivas pararam, em todo o mundo, devido à pandemia de coronavírus. Como os treinos e jogos causam acúmulo de pessoas, a realização deles se tornou inviável, pois poderia resultar em maior transmissão viral.

O tempo passou e muitos países conseguiram controlar os casos de coronavírus. Agora, pouco a pouco, os treinos estão voltando a acontecer. No Brasil, a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) trabalha com a Comissão Nacional de Médicos de Futebol e ainda estuda uma possível volta dos campeonatos. Ao mesmo tempo, times como o Flamengo, voltaram a treinar. Veja algumas particularidades do retorno das competições pelo mundo.

Coreia do Sul

O beisebol profissional já está sendo disputado e temporada regular da liga nacional tem início em 5 de maio. Os jogos terão portões fechados e os atletas vão ter temperatura verificada. Além disso, o uso de máscaras só não será obrigatório quando eles estiverem jogando ou no banco.

Aperto de mão e contato físico devem ser evitados. Está proibido cuspir, hábito frequente entre os atletas. Recomendações semelhantes serão dadas para as disputas no futebol. Caso um jogador seja confirmado como positivo, a equipe toda ficará em isolamento por 14 dias.

China

Os treinos já voltaram e foram liberados pela Federação de Futebol da China. Para isso, os atletas e demais envolvidos serão testados, duas vezes, antes da volta aos campeonatos. Contudo, alguns clubes ainda estão desfalcados, por terem os seus atletas em outros países. Com as fronteiras fechadas, eles não conseguiram voltar ainda.

Alemanha

Testes de coronavírus permanentes em jogadores e comissões técnicas são exigências para que os atletas voltem a atuar. E, caso um atleta esteja infectado, o time todo vai ficar isolado.

Além disso, as partidas serão realizadas com portão fechado e o número de profissionais será reduzido.

Espanha

O país pretende testar jogadores, comissões técnicas e estafes dos clubes todos os dias, por um mês. Esse teste deverá ser feito antes do atleta entrar no estacionamento do clube. Caso alguém tenha resultado positivo, vai ser enviado para casa. Os colegas também seriam dispensados e passariam por mais um teste, antes de voltarem a treinar.

O uso de máscaras e luvas e máscaras passa a ser obrigatório e o treino será feito de forma escalonada, para evitar aglomerações. A previsão é que os treinos contem com apenas seis jogadores no campo por turno.

Em todos os casos, os sistemas serão aprimorados com o passar do tempo. algo semelhante deverá ser adotado, futuramente, no Brasil.

Dúvidas ou Comentários?
0 Comentários

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *