A importância do esporte para pessoas com deficiência


30 de maio de 2022

A importância do esporte para pessoas com deficiência

Praticar atividade física é importante para qualquer indivíduo e para as pessoas com deficiência isso não é diferente. A prática de esportes colabora para:

  • melhorar a agilidade;
  • aprimorar a força;
  • melhorar a condição cardiovascular;
  • aprimorar a coordenação motora;
  • desenvolver e melhorar o equilíbrio.

Além disso, a prática esportiva regular ainda gera benefícios para a saúde mental e melhora a qualidade de vida.

Conheça mais sobre as vantagens do esporte para pessoas com deficiência e veja quais as modalidades que são mais indicadas!

Benefícios da prática esportiva para pessoas com deficiência

Além de todas as vantagens de aprimoramento já listadas, para as pessoas com deficiência o esporte também colabora com o conhecimento sobre o próprio corpo. Isso acaba resultando em melhoria no dia a dia da pessoa, pois a partir do momento que ela descobre até onde pode chegar, acaba tendo mais facilidade e disposição de realizar atividades diárias.

Já quando o indivíduo não pratica exercícios físicos regularmente, ele acaba tendo maior chance de ter certa limitação motora. Afinal, tudo o que poderia ter sido desenvolvido na hora de se exercitar não foi.

Por fim, é válido destacar também que o esporte ajuda a socialização de pessoas com deficiência, já que elas acabam conhecendo novos indivíduos e aumentando o núcleo de interação. Além disso, acaba adquirindo mais autonomia, já que desenvolveu melhor as habilidades motoras e sociais e também sente benefícios como, por exemplo:

  • mais otimismo;
  • aumento da autoconfiança;
  • melhora da e autoestima;
  • percepção de capacidade.

Qual modalidade esportiva é a mais indicada?

O esporte pode ser adaptado para todos os tipos de pessoas e necessidades. No entanto, há algumas modalidades que acabam sendo mais indicadas e procuradas, dependendo do tipo de deficiências. Veja alguns exemplos:

Atividade física para surdos ou deficientes auditivos

  • Atletismo;
  • Basquetebol;
  • Ciclismo;
  • Futebol;
  • Handebol;
  • Natação;
  • Vôlei;
  • Natação, entre outras.

Deficiência visual

  • Atletismo;
  • Ciclismo;
  • Futebol;
  • Judô;
  • Natação;
  • Goalball;
  • Hipismo;
  • Halterofilismo, entre outros.

Atividade física para pessoas com deficiência física

  • Atletismo;
  • Arco e flecha;
  • Basquetebol em cadeira de rodas;
  • Bocha;
  • Ciclismo;
  • Esgrima em cadeira de rodas;
  • Futebol;
  • Halterofilismo;
  • Hipismo;
  • Iatismo;
  • Natação;
  • Rugby;
  • Tênis em cadeira de rodas;
  • Tênis de mesa;
  • Voleibol sentado, entre outros.

Esporte como profissão

Assim como acontece com qualquer pessoa, a prática esportiva também pode se tornar a profissão das pessoas com deficiência. Há inúmeros torneios e, dentre eles, a paralimpíadas, que acontece poucos dias após o término das Olimpíadas, de quatro em quatro anos. Em Tóquio, por exemplo, as modalidades disputadas foram:

  1. Atletismo
  2. Badminton
  3. Basquetebol (em cadeira de rodas)
  4. Bocha
  5. Canoagem
  6. Ciclismo (estrada e pista)
  7. Esgrima (em cadeira de rodas)
  8. Futebol de 5
  9. Goalball
  10. Hipismo
  11. Judô
  12. Levantamento de peso
  13. Natação
  14. Remo
  15. Rugby (em cadeira de rodas)
  16. Taekwondo
  17. Tênis de mesa
  18. Tênis (em cadeira de rodas)
  19. Tiro esportivo
  20. Tiro com arco
  21. Triatlo
  22. Vôlei sentado

Em suma, a prática de esportes por pessoas com deficiências deve ser incentivada, pois faz bem para a saúde, para o desenvolvimento, para a mente e para a socialização do indivíduo.

Em todo caso, é preciso se preocupar com o piso correto. Conheça o Piso Modular de Plástico para Quadra Esportiva!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *